Prosimetron

Prosimetron

sábado, 12 de agosto de 2017

Os meus franceses - 552


O poema «Il n'y a pas d'amour heureux» foi escrito por Aragon e dedicado à mãe de Bertrand Tavernier. Durante a II Guerra Mundial o poeta esteve escondido em casa de René Tavernier e de sua mulher, em Lyon.

2 comentários:

maria franco disse...

Bonita canção. Já vi o documentário de Bertrand Tavernier
e gostei, embora tenha gostado mais da primeira parte.
Também já vi o filme de Stephane Brizé, realizador que
para mim, será dos melhores, do actual cinema francês.
Mas qualquer destes dois filmes estão apenas num cinema!!
Boa noite.

MR disse...

Eu gostei da viagem de B.T. pelo cinema francês.
Hoje ou amanhã vou ver o filme de Stephane Brizé. Como gosto muito de Maupassant...
Bom domingo!