Prosimetron

Prosimetron

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Leituras no Metro - 284

Barcarena: Presença, 1998

Era por este livro que eu devia ter começado a ler os policiais de Donna Leon, já que Morte no Teatro La Fenice é o primeiro livro que tem como protagonista o comissário Guido Brunetti, da polícia de Veneza.

Brunetti investiga o caso do assassinato do conhecido maestro Wellauer, encontrado morto no seu camarim no Teatro La Fenice, num intervalo de La Traviata. E quem são suspeitos? A soprano Petrelli, o diretor do teatro, a mulher do maestro, ou qualquer uma das pessoas que trabalha no Teatro La Fenice.


4 comentários:

Mª Luisa disse...

Eu li todos, mas também não comecei por este...Desculpas pelo spoiler, mas a Petrelli voltará em outro romance...
Há uns meses postei uns marcadores da Fenice...Não desfrutei da ópera, mas " Algo é algo"
Boa noite!

PS / Olha como cozinha Paola...Dá fome quando estás a ler

Luisa

MR disse...

Neste ainda não cozinhou. Só tinha lido Provas manipuladas e já não me lembro se Paola cozinha nesse romance. Mas este Verão ainda vou ler mais algum...
Mas dentro de dias postarei uma receita (para mim desconhecida) deste livro.
Abraço.

maria franco disse...

O tema é tentador, e se estiver bem escrito deve
ser um bom policial.
Bom dia.

MR disse...

Lê-se bem, embora a tradução precisasse de ter tido de uma revisão. Mas há pior, muito pior.
Bom dia!